• Jornal Tribuna Online

Armazéns recebem restauração no complexo ferroviário de Louveira


Local ficou na memória dos louveirenses mais antigos. foto: divulgação

Os dois armazéns que fazem parte do importante patrimônio ferroviário de Louveira, instalados na Rua Antonio Antonioli, próximo ao Núcleo de Capacitação (Nucca), estão recebendo a obra de restauro, juntamente com a Subestação Francisco Monlevade, em um amplo projeto de resgate histórico e patrimonial idealizado pela Prefeitura de Louveira.

O complexo ferroviário da “Subestação de energia Francisco de Monlevade” ficou na memória dos louveirenses pela imponência do prédio principal e pela beleza dos jardins de estilo inglês.

Perto de completar 100 anos, o amplo espaço, localizado em frente ao Estádio Municipal, abriga antigas residências utilizadas pelos engenheiros da época, um galpão principal com maquinário norte-americano e um busto em homenagem ao engenheiro Francisco Paes Leme de Monlevade, que dá nome à subestação.

Construída em 1921, a subestação gerava energia para as locomotivas elétricas do trecho Campinas- Jundiaí, uma tecnologia inovadora para a época. Após a mudança para o diesel, a subestação deixou de funcionar, sendo totalmente desativada em 1999 e agora recebendo o completo restauro pela Prefeitura de Louveira.

13 visualizações

FIQUE ANTENADO !

 Preencha os campos informativos abaixo e fique por dentro das últimas notícias de Vinhedo, Louveira, Valinhos e região. 

© 2019  l  Criado por VA90