• Jornal Tribuna Online

Artista Adelio Sarro fala sobre as perspectivas artísticas no pós-pandemia


foto: dinho braga

Respeitado mundialmente, o artista Adelio Sarro que tem obras expostas na China, Alemanha, Suíça, Eslováquia, França, Polônia, Portugal, Austrália, Bélgica, Nicarágua, Estados Unidos, Japão, Uruguai, Argentina, dentre outras nações e proprietário do Museu Adelio Sarro (MAS) em Vinhedo, é o Persona desta semana, representando todos os artistas vinhedenses. Na coluna, fala sobre as novidades para 2021 do museu, novos trabalhos e como espera encontrar a arte pós-pandemia:


Jornal Tribuna (JT): A pandemia mudou de forma significativa nossas vidas e, sobretudo, a classe artística que ficou impedida de trabalhar. Mas do ponto de vista criativo, houve avanços criativos?

Adélio Sarro (AS): O impacto da pandemia de coronavírus na Arte e na Cultura é grande no mundo todo. Museus, galerias e centros culturais fechados, assim como eventos, feiras e festivais também. Mas escultores, fotógrafos, designers e ilustradores e pintores apesar desse cenário, não têm ficado de braços cruzados e vários trabalhos, inclusive, que refletem sobre a amplitude da doença estão circulando em redes sociais. Neste momento de quarentena, se não tivesse os livros, os filmes, a música, ou seja, se não tivessem a Arte e a Cultura, a gente sim iria morrer de uma vez até sem vírus. Esse é um grande momento, eu diria um presente para cada um de nós, para mim uma grande oportunidade que a vida está nos oferecendo, momento de olhar para dentro, de encontro consigo mesmo ....de um novo ritmo, de escuta, de olhar atento e sensível.... de encontro com a Arte que antecede um tempo futuro. Em meio à pandemia realizei dois projetos, o primeiro em homenagem a Portinari, Monumento em concreto: Portal “Abacaxi” na cidade de Brodowski, berço do maior artista plástico brasileiro Cândido Portinari, e as colunas curvas do monumento foram inseridas baixo relevo inspiradas na obra de Portinari), outra escultura (A Família) no jardim da Prefeitura da cidade de Ibaté. Estou preparando novos trabalhos, uma nova fase que, em breve, mostrarei, e fala dessa Transição Planetária.


JT: O Memorial Adelio Sarro vinha começando a receber várias atrações diferenciadas e teve que parar com tudo. Qual a perspectiva no pós-pandemia?

AS: O Memorial no ano de 2019 desenvolveu uma programação bastante rica em diferentes áreas culturais: Música, dança, shows, Exposições, feiras de Arte e palestras etc. Receberemos em nosso Memorial, uma exposição de dois artistas internacionais, um escultor e um pintor. Na inauguração teremos uma apresentação da Família Lima. Durante o período de exposição, no mínimo de um mês, receberemos crianças da rede pública de ensino para visitas monitoradas falando sobre arte e música, um casamento perfeito. Para arrematar a visita, apresentaremos em nosso auditório, clips musicais da Família Lima, abrangendo estilos diferentes. Nesta apresentação, as crianças receberão, também, noções de música.

Colaborar na formação infantil é dever de todos e o Memorial de Arte Adelio Sarro vem contribuindo para que as crianças tenham contato com arte e música de qualidade. Teremos, também, a participação do grupo Sou Cerâmica, uma ação em comemoração ao dia do Ceramista, artistas unidos e inspirados por esse momento a novos voos, surge a Revoada, uma iniciativa do Ação Cerâmica, juntas se conectam em rede, que, apesar do isolamento , são livres de ideias e atitudes e nada impede suas ações. Aguardem esta exposição no Jardim das Esculturas do Memorial de Arte Adelio Sarro, venha voar conosco!


JT: Mesmo sem receber visitas, o espaço tem um grande custo operacional. Você tem recebido algum tipo de auxílio para contribuir com este importante espaço turístico da cidade?

AS: O Memorial de Arte Adelio Sarro é o meu sonho realizado na cidade de Vinhedo. Um espaço para pensar, aprender, apreciar ou expor arte. O Memorial tem alguns Projetos aprovados que permitem a dedução fiscal ou parcial de seu investidor. Consulte-nos sobre as possibilidades e contrapartidas oferecidas. Em nosso site (www.sarro.oficial.com.br) Parceiros e Doações. Desde o início temos como parceiro: A Empresa A Raymond e Elevenmind.


JT: Que novidades o público pode esperar do artista Adelio Sarro para o ano que vem?

AS: Para o ano que vem eu estou trabalhando para mostrar uma nova coleção, uma coleção com temas referentes a esse momento difícil que o Mundo está passando, e as obras terão uma leitura relacionada à Nova Era que se próxima.


JT: Você acredita que a pandemia veio para ensinar alguma coisa à sociedade?

AS: A Pandemia será um tempo inesquecível, estamos vivendo um processo de conscientização coletiva, está demorando um pouco, mas vai passar. Que a gente não perca o entusiasmo de viver. O entusiasmo tem que estar aceso na gente, pois a humanidade certamente será beneficiada com as mudanças. Por isso Permita-se, Entregue-se e Transforme-se. Que possamos sair da Quarentena revigorados. Esse é um grande momento, Um grande Despertar! Eu diria um presente para cada um de nós, uma enorme oportunidade que a vida nos oferece, momento de olhar para dentro, de encontro consigo mesmo ....de um novo ritmo, de escuta, de olhar atento e sensível.... de encontro com a Arte que antecede um tempo futuro.



14 visualizações

FIQUE ANTENADO !

 Preencha os campos informativos abaixo e fique por dentro das últimas notícias de Vinhedo, Louveira, Valinhos e região. 

© 2019  l  Criado por VA90