• Jornal Tribuna Online

Câmara recebe Projeto de Lei que dispõe sobre aquisição de uma nova represa para Vinhedo


Câmara recebe Projeto de Lei que dispõe sobre aquisição de uma nova represa para Vinhedo VINHEDO
Foto: Divulgação.

A Câmara de Vinhedo realiza a 26ª Sessão Extraordinária da 18ª Legislatura nesta sexta-feira, 29, a partir das 15h. Na ocasião, o Projeto de Lei nº 47/2022 passará por 1ª e 2ª discussão e votação.

A propositura dispõe sobre a autorização ao Poder Executivo Municipal de adquirir imóvel para servir de reservatório de água bruta para Vinhedo. De acordo com o PL nº 47/2022, a Represa IV será construída no local que se pretende adquirir. O terreno fica no denominado “Sítio São José”, situado em Itupeva. A área total é de 72.800 m2.

O projeto foi protocolado pelo prefeito na manhã de quarta-feira, 27. A propositura, de iniciativa do prefeito dr. Dario Pacheco (PTB) foi recebida na Casa pelo presidente Nilton Braghetto (PTB), pela vereadora Inês da Saúde (MDB) e pelos vereadores Márcio Melle (PSDB), Mazinho (PSC), Pastor Léo Fernandes (PTB), Rodrigo Luglio (Solidariedade), Rubens Nunes (PODE), Tiago de Paula (MDB) e Val Souza (Republicanos).

“A criação de uma nova represa é assunto importantíssimo para Vinhedo e, tenho certeza, este projeto será tratado com atenção e prioridade pelos parlamentares”, destaca o presidente Nilton Braghetto.

No Ofício de encaminhando do PL à Casa, o Executivo explica que a área em questão fica ao lado de uma Estação de Tratamento já instalada pela Sanebavi, o que facilitará a captação e distribuição de água para os moradores da cidade. Além disso, o Ofício informa que já existe outorga do DAEE – Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado para a captação no local. O projeto de lei foi entregue com documentos como a avaliação hidrológica e a avaliação mercadológica.

“A Represa II foi instalada há mais de 40 anos. De lá para cá, nossa cidade cresceu, mas pouco foi feito para a reserva de água bruta. Certamente a aquisição desta área irá beneficiar toda a população vinhedense, sobretudo os moradores do bairro Capela”, considerou o presidente.

19 visualizações0 comentário