• Jornal Tribuna Online

Campinas anuncia adiamento de rodízio de veículos


Medida começaria valer já na segunda, 18. foto: divulgação

A cidade de Campinas decidiu adiar o início do rodízio de veículos que entraria em vigor na segunda-feira, 18. O anúncio do adiamento foi feito hoje pelo prefeito Jonas Donizette (PSB) que decidiu transformar o decreto em projeto de lei. Por causa da mudança, o projeto agora deve passar pela Câmara Municipal, mas ainda não tem data para ser votado.

O cadastramento dos motoristas que estarão liberados do rodízio pode ser feito a partir desta sexta-feira, 15, no site da Emdec. Pelo projeto que será enviado à Câmara, estarão excluídos da restrição de circulação ônibus, caminhão, táxis e aplicativos cadastrados na Emdec. Transporte escolar também estará liberado assim que as aulas forem retomadas.

Veículos de socorro, como ambulâncias, bombeiros, além da segurança pública, fiscalização operação transito, de serviços públicos de atendimento de água, energia, internet, telefone também estarão liberados. Pessoas com deficiência e doenças crônicas que se submetem a tratamentos também poderão circular nos dias de rodízio.

Trabalhadores da área de saúde, farmacêutica e serviços correlatos, entrega de mercadorias por correspondência, empresas com contrato de obras públicas, de entrega de alimentos, da construção civil, manutenção predial, veterinárias, transporte de valores, segurança privada e de transporte de insumos fica fora do rodízio. As motos entraram no rodízio, com exceção dos motociclistas que trabalham com serviços de entrega.

Pelas regras atuais, o rodízio campineiro será semelhante ao de São Paulo antes da pandemia, com dois finais de placa restrito por dia.

41 visualizações

FIQUE ANTENADO !

 Preencha os campos informativos abaixo e fique por dentro das últimas notícias de Vinhedo, Louveira, Valinhos e região. 

© 2019  l  Criado por VA90