• Jornal Tribuna Online

CEI Emília interrompe atividades devido à necessidade de afastamento de funcionários


CEI Emília interrompe atividades devido à necessidade de afastamento de funcionários VINHEDO
Foto: Divulgação.

O Centro de Educação Infantil (CEI) Emília, de Vinhedo, precisou interromper as atividades nesta sexta-feira (14) e segunda-feira (17) devido ao afastamento de 31 funcionários da unidade em meio ao recente surto de gripe e covid-19 que acontece em todo o País. A escola passou pelo processo de desinfecção nesta quinta-feira e na segunda passará por nova avaliação epidemiológica para verificar a viabilidade do retorno das atividades.

A suspensão das aulas se faz necessária para garantir a segurança das crianças e profissionais em função da pandemia. Os pais foram notificados diretamente pela escola sobre o fechamento e estão sendo informados sobre as ações que estão sendo adotadas.

Nesta quinta-feira (13), o CEI Emília tinha 31 profissionais afastados, entre casos confirmados de funcionários contaminados com covid-19, funcionários que tiveram contato com contaminados, funcionários com sintomas gripais e ainda aqueles afastados por outras doenças. Todos os profissionais sintomáticos foram testados e a unidade aguarda avaliação epidemiológica para verificar as medidas a serem adotadas.

A Secretaria de Educação destaca que as Unidades Educacionais são orientadas por um Protocolo de afastamento de caso suspeito ou contactante para Covid-19, baseado no Decreto 363 de 22 de dezembro de 2021, que garante a realização de testes rápidos, agendados prontamente, e o afastamento de profissionais ou crianças, quando necessário.


CEI DONA BENTA

O CEI Dona Benta também está passando pelo processo de desinfecção nesta sexta-feira (14) e a maioria das turmas está afastada seguindo o Decreto por conta de casos positivos. A Vigilância Epidemiológica está acompanhando a Unidade e realizará nova avaliação na próxima semana.

0 visualização0 comentário