• Jornal Tribuna Online

Denúncia contra vereadora Chris PC é arquivada por falta de provas


Denúncia contra vereadora Chris PC é arquivada por falta de provas VINHEDO
Foto: Divulgação.

Na última Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Vinhedo foi aprovado na noite o parecer prévio da Comissão Processante aberta com base denúncia contra a vereadora Chris PC (MDB), por suposta quebra de decoro parlamentar.

O parecer da Comissão pedia o arquivamento da denúncia, por falta de provas, o que foi acatado pelo plenário, que aprovou o parecer por unanimidade. Chris PC e Val Souza não puderam votar por serem pessoas envolvidas na denúncia.

Luiz Vieira como membro sorteado da Comissão Processante se pronunciou “Vários pontos do Regimento Interno foram descumpridos ao colocar em votação a abertura de uma Comissão Processante eu acho importante ressaltar que não há um critério objetivo para que nós, parlamentares, digamos o que na maioria dos casos poderia ser quebra de decoro e o que não seria. Sem um código de ética nesta Casa isso seria bastante subjetivo e abriria um precedente muito perigoso, o que para mim poderia ser quebra de decoro para outro vereador poderia ser apenas liberdade de expressão, resguardada inclusive pela imunidade parlamentar que é Constitucional”

A vereadora Nayla de Souza, também, se pronunciou, “Eu fico feliz que a Comissão que foi sorteada puderam colocar esse parecer de arquivamento. A bancada do PDT já havia se manifestado contra esse pedido de cassação do mandato da minha colega vereadora, Chris PC. Neste ano, somente nesta Legislatura, foram colocadas três vezes em votação abertura de Comissão Processante, sendo que em cada uma das vezes foi feita de uma forma diferente e eu acho isso, extremamente, temerário”.

A vereadora Chris PC comentou sobre o arquivamento da denúncia contra sua suposta quebra de decoro: “Eu não vou mudar minha forma de trabalhar, eu não vou deixar de expor minha opinião e defender o direito da população da forma que eu acho que eu devo fazer. Eu nunca ofendi ninguém nesta Casa, eu nunca faltei com respeito a ninguém nesta Casa, mas vou deixar muito claro que não vou mudar minha forma de trabalhar. Algo que vi nesse processo foi o apoio popular, muitas pessoas me deram força e isso me motivou a continuar lutando por aquilo que eu acredito. Eu agradeço muito a população, fiquei muito feliz com todo o apoio, com todos que comentaram e compartilharam, mandaram mensagens de apoio. Todas as pessoas com experiência política que eu levei essa denúncia para que pudessem ver falaram que era um absurdo, todas as pessoas com experiência jurídica falaram que era um absurdo. Infelizmente ao aceitarem essa denúncia a única coisa que conseguiram foi gastar o tempo com algo desnecessário, pois isso foi apenas uma perseguição, uma tentativa de intimidação e uma violência política de gênero, cujo objetivo único era atrapalhar meu trabalho e tentar me coagir de alguma forma. Eu me pergunto mais uma vez, será que os vereadores que aceitaram essa denúncia leram antes de aceitar? Eu acho que não”.

Apenas neste ano foi votada e rejeitada a abertura de Comissão Processante contra os vereadores Thiago Marra e Val Souza. A denúncia contra a vereadora Chris PC foi acatada, porém por parecer contrário da Comissão Processante foi arquivada por unanimidade pelos parlamentares.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo