• Jornal Tribuna Online

Entrevista com Carlo Alexandre 'Xandão' da Silva

Atualizado: Nov 1

Carlo Alexandre da Silva, mais conhecido como Xandão, é natural de São Paulo, mas, escolheu Louveira para se estabelecer profissionalmente e constituir sua família. Proprietário do Xandão Lanches, no Residencial Burck, a história de sucesso da lanchonete começou em 28 de fevereiro de 2018, quando um amigo deu a oportunidade de trabalho com lanche e que Xandão honrou e, hoje, faz 14 anos de história com sua própria lanchonete, o Xandão Lanches. Casado com Camila, Alexandre tem três filhos, Pedro (9 anos), Miguel (8 anos) e Henzo (5 anos) e vive em Louveira.

Entrevista com Carlo Alexandre 'Xandão' da Silva LOUVEIRA
Foto: Arquivo Pessoal.

Jornal Tribuna (JT): Quais os tipos de lanche e comida, oferecidos no Xandão Lanches?

Alexandre Silva (AS): Iniciamos o Xandão Lanches, apenas, com lanches tradicionais, mas, fomos seguindo a tendência do mercado e começamos, também, com lanches gourmet. Hoje, além dos lanches, servimos cachorro-quente, pastel, porção e bebidas.


(JT): Qual o diferencial do Xandão Lanches?

(AS): O diferencial do Xandão Lanches acredito que é fazer tudo com amor e sempre ouvir o cliente. Estamos sempre buscando inovar, trabalhando com ingredientes de qualidade e preço justo. O cliente é o nosso patrimônio e o nosso objetivo é agradar sempre, e por isso, estamos sempre acatando as críticas e sugestões. Tudo o que conquistamos foi graças à nossa dedicação e trabalho no Xandão Lanches.


(JT): Hoje a empresa conta com a participação de quantos funcionários e colaboradores?

(AS): Atualmente, a empresa conta com 10 funcionários diretos e indiretos, para atender bem nosso patrimônio, que é o cliente. Todo dia é de luta, mas, devagarzinho, vamos conquistando mais e mais.


(JT): Existe algum projeto que você gostaria que se tornasse realidade no Xandão Lanches?

(AL): Hoje meu maior sonho é ficar conhecido e reconhecido em outras cidades, na região. Penso em tornar o Xandão Lanches em franquia, para poder expandir por todo o Brasil e quem sabe internacionalmente. Sonho alto, o amanhã a Deus pertence, mas, sempre, sonho com o pé no chão.


(JT): Para encerrar, há algum lema que o marca ou uma mensagem que gostaria de deixar aos louveirenses?

(AS): Povo louveirense obrigado a cada um que acredita no nosso trabalho. Agradeço por ajudar esse sonho acontecer. Quero que Deus abençoe a cada um de vocês e obrigado Louveira por acolher minha família.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo