• Jornal Tribuna Online

Entrevista com Gizele Gonçalves da Silva

Atualizado: 29 de nov. de 2021

Gizele Gonçalves da Silva é mãe, esposa e empresária de sucesso em Louveira. Sua trajetória profissional foi marcada por um árduo caminho, mas a fé e a perseverança prevaleceram e hoje a jovem administra três lojas do ramo de tecnologia. Além do sucesso em suas lojas físicas, também, é conhecida e reconhecida pelos vídeos divertidos que produz em suas redes sociais, Instagram e TikTok, inclusive com vídeos que ultrapassam a marca de 1 milhão de visualizações. Confira a história desta jovem empreendedora proprietária da DG Tech.

Entrevista com Gizele Gonçalves da Silva LOUVEIRA
Foto: Arquivo Pessoal.

Jornal Tribuna (JT): Fale um pouco sobre você.

Gizele Gonçalves da Silva (GS): Sou natural de Vinhedo, morei nas cidades de Vinhedo e Jundiaí, onde fui criada até os meus dez anos. Devido a um trabalho voluntário de meu pai, Diolício Gonçalves, mudei com minha família, meus irmãos e minha mãe, Lucia Gonçalves, para uma pequena cidade no norte de Minas Gerais, no Vale do Jequitinhonha, uma das mais pobres do Brasil. Lá dei suporte voluntário ao meu pai até os meus 17 anos, quando voltamos para o Estado de São Paulo. Comecei a cursar Faculdade de Direito, onde conheci meu esposo, Adenilton Pereira da Silva, com quem estou casada há 13 anos e temos um filho de três anos, o Davi. Cheguei a trabalhar como faxineira, em lanchonete, em uma empresa de produção e depois trabalhei como estagiária de Direito e continuei na área depois de formada, mas sempre senti que faltava algo. Quando meu esposo saiu do seu trabalho, juntamos tudo o que ele recebeu e abrimos uma loja de roupas, mas depois de dois anos tivemos que

fechar, estávamos falidos. Sem dinheiro e praticamente sem ter o que comer dentro de casa, eu orei a Deus por um milagre e assim como diz a palavra de Deus no Salmo 55:22 “Lança o teu cuidado sobre o Senhor e ele o susterá; jamais permitirá que o justo seja abalado” e assim foi.


(JT): Um breve histórico de como iniciou suas empresas.

(GS): No ano de 2012 recebemos uma proposta de comprar um ponto comercial, uma lan-house, mas aí pensamos: ‘Comprar como? Com que dinheiro?’ Mal tínhamos dinheiro para comprar o que comer, mas Deus proveu tudo e preparou todos os detalhes. Compramos parcelado e descobrimos que o que entrava mal dava para pagar o aluguel do salão e o que dirá pagar o aluguel, parcela e ainda se sustentar. Mas as portas se abriram de uma maneira que ficamos surpresos e, então, conseguimos nos reerguer, trabalhávamos das 8h às 22h, todos os dias. Colocávamos tudo no papel, entrada, saída, toda a parte financeira. Insistimos, persistimos e entregamos tudo na mão de Deus e, de repente, estávamos com outra loja, vendendo e consertando eletrônicos. Nesse momento começamos a ter mais ideias e investimos mais, deixamos a loja mais bonita e tentamos fazer o possível para deixá-la mais atraente para os clientes. O tempo se passou e eu tive um sonho com uma loja grande, com bastante mercadoria, pessoas trabalhando, e esse sonho se realizou e aqui estamos nós que do nada viemos e Deus tem nos erguido e estamos com três lojas de sucesso.


(JT): Quais os tipos de serviços oferecidos hoje?

(GS): Trabalhamos com venda de eletrônicos, acessórios para celular, tablet notebook e acessórios gamer. Também, trabalhamos com assistência técnica para celular, tablet, notebook e PC.


(JT): Qual o diferencial das suas empresas?

(GS): Somos uma empresa que preza pela eficiência, honestidade, responsabilidade, ética e seriedade em nossos serviços. Estamos sempre trazendo o que há de melhor e inovador no mercado tecnológico. A satisfação do cliente é nossa maior meta.


(JT): Hoje suas empresas contam com a participação de quantos funcionários e colaboradores?

(GS): Atualmente, nossas empresas contam com 10 funcionários. Uma equipe técnica capacitada e especializada em manutenção.


(JT): Para encerrar, há algum lema que a marca ou uma mensagem que gostaria de deixar aos louveirenses?

(GS): O que eu diria hoje é que é possível, seja lá qual for o seu ponto de partida.

4 visualizações0 comentário