• Jornal Tribuna Online

Entrevista com Marco Antônio Tersário

A Associação Louveirense de Viola Caipira surgiu de interesse comum de um grupo de admiradores do estilo musical. As Rodas de Viola acontecem desde dezembro de 2015 em Louveira, por um grupo que se reúne semanalmente para trocar experiências, aumentar o repertório e praticar a música sertaneja raíz. No repertório do grupo a música sertaneja tradicional, com músicas de Tonico e Tinoco, como Chico Pinheiro, Tristeza do Jeca de Angelino Oliveira, Menino da Porteira composição de Teddy Vieira e Luís Raimundo. O Jornal Tribuna conversou com o vice-presidente da Associação Louveirense de Viola Caipira, Marco Antônio Tersário, que contou que sempre ouviu muita música raiz e, quando mudou-se de São Paulo para Louveira, conheceu a viola caipira, aprendeu os primeiros acordes e diz que foi paixão imediata.

Entrevista com Marco Antônio Tersário LOUVEIRA
Foto: Arquivo Pessoal.

Jornal Tribuna (JT): Como estão as atividades nesta época de pandemia?

Marco Antônio Tersário (MT): A gente já voltou a se reunir. Quando houve aquela primeira liberação da parte do Governo, voltamos a nos reunir nos ensaios e fizemos até uma apresentação noturna, claro que respeitando todos os protocolos de saúde, máscara, distanciamento, álcool em gel...Aí Governo voltou a fechar tudo, ficamos parados mais uns 3 ou 4 meses e, com a nova liberação, voltamos a nos reunir. Fazemos ensaios na Casa da Cultura todas as terças-feiras, às 19h.


(JT): Hoje a Associação conta com a participação de quantos integrantes?

(MT): O grupo tinha 13 violeiros, mas a Secretaria da Cultura está bastante atuante na divulgação e isso tem atraído novas pessoas. Na semana passada, entraram mais duas pessoas e parece que, nesta semana, mais 3. Nosso objetivo é trazer mais gente para o grupo, principalmente, mulheres, nós temos uma mulher e, nesta semana, começou mais uma que vai praticar o canto.


(JT): Existe algum projeto que você gostaria que se tornasse realidade na Associação?

(MT): O nosso sonho é formar a tão sonhada Orquestra de Viola Caipira de Louveira


(JT): Atualmente, a Associação tem alguma necessidade?

(MT): Uma coisa que a gente precisa é uma pessoa que dê aula de canto para nós, ensine a colocar a voz.


(JT): Caso alguém queira participar da Associação Louveirense de Viola Caipira como deve proceder?

(MT): Quem tiver interesse, pode entrar em contato comigo, Marcos (11) 9 9693-3518, Maria (19) 9 9862-7768 ou Orlando (19) 9 98732-2013.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo