• Jornal Tribuna Online

GCM Louveira cria ‘botão de pânico’ para mulheres vítimas da violência

Ao acionar o botão, a Guarda Municipal é acionada imediatamente e a viatura já terá o endereço da solicitante


Foto: Divulgação

A Secretaria Municipal de Segurança através da Guarda Municipal (GM) de Louveira, apresentou no dia 16, o Programa ‘Patrulha Maria da Penha’, para auxílio imediato às mulheres vítimas de violência doméstica.

Dentro do programa, foi desenvolvido um botão de acionamento rápido chamado de “Medida Protetiva”. Todas as mulheres vítimas de violência doméstica que possuam o aplicativo do cartão cidadão e tenham medida protetiva expedida pela Justiça poderão aderir ao programa.

Pensando em agilizar o atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica, a Secretaria de Segurança, através da Guarda Municipal, criou um aplicativo para que as mulheres com medidas protetivas concedidas pela Justiça, possam pedir socorro quando estiverem em situação de risco. Chamado de medida protetiva, a ferramenta está disponível dentro do aplicativo do cartão cidadão.

O aplicativo visa agilizar e priorizar o atendimento destas pessoas, deslocando as equipes mais próximas ao local da ocorrência.

A mulher aperta o botão e aciona a Guarda Municipal de Louveira imediatamente. A viatura mais próxima é enviada rapidamente até o local de onde foi emitido o chamado por meio do celular, em georreferenciamento ou pelo endereço digitado. É mais rápido do que pelo telefone 153, visto que as informações já estarão no atendimento.

Funcionamento

Para usar a ferramenta, é preciso que a cidadã tenha o cartão cidadão ativo e o aplicativo instalado em seu celular. basta que a interessada baixe o APP por meio das lojas virtuais Google Play e App Store. Depois, é necessário criar uma solicitação para a realização de um cadastro com os dados pessoais para que as informações possam ser checadas junto ao fórum, que fornece as informações do banco de dados das medidas protetivas. Após a confirmação positiva da ferramenta, o serviço poderá ser utilizado.

Após a aprovação do cadastro, O botão “medida protetiva” ficará disponível no aplicativo do cartão cidadão, na próxima vez que a vítima acionar a guarda municipal, todas as informações dela e do autor serão exibidas para a central de comunicações da GM e os agentes que farão o atendimento.

Os agentes terão as informações dos envolvidos, inclusive com imagens, se estas estiverem disponíveis no cadastro inicial, do local da solicitação e das medidas protetivas que a vítima possui, nos casos em que os guardas depararem com o descumprimento, o autor poderá ser preso em flagrante.

A GM, ainda, disponibiliza um número de telefone/WhatsApp, o (19) 9 9615 6383, para as mulheres vítimas de violência doméstica e com medidas protetivas em andamento. Elas podem buscar orientação e apoio junto à Coordenação do Programa ‘Patrulha Maria da Penha’.


5 visualizações

FIQUE ANTENADO !

 Preencha os campos informativos abaixo e fique por dentro das últimas notícias de Vinhedo, Louveira, Valinhos e região. 

© 2019  l  Criado por VA90