top of page
  • Foto do escritorJornal Tribuna Online

Governo do Estado retoma obrigatoriedade do uso de máscara no transporte público


Foto: Diulgação

O governo estadual publicou decreto que retoma a obrigatoriedade do uso de máscara no transporte público a partir deste sábado (26), seguindo análise técnica do Conselho Gestor da Secretaria Estadual de Ciência, Pesquisa e Desenvolvimento em Saúde contra o avanço dos casos de Covid-19. A Secretaria de Saúde de Vinhedo vai adotar a determinação do decreto estadual, que será publicado no Diário Oficial do Estado nesta sexta-feira (25).


Os governos estadual e municipal reiteram que é fundamental que a população esteja com o ciclo vacinal completo para assegurar maior proteção contra o coronavírus e reforçam que a única forma de amenizar os efeitos do vírus é garantir a imunização.


Nas últimas semanas, o Estado de São Paulo tem apresentado aumento expressivo na transmissão do Sars-Cov-2, que se reflete principalmente nos indicadores de internações em leitos de enfermaria e UTI, que nos últimos 14 dias mostram crescimento de 156% e 97,5%, respectivamente, chegando a uma média diária de mais de 400 novas internações.


A velocidade de aumento de internações (5% ao dia para pacientes em UTI e 7% por dia para pacientes em enfermarias) e taxas de ocupação de leitos de UTI (44% no Estado de São Paulo) começa a pressionar os sistemas de saúde público e privado. Circulam atualmente diversas subvariantes da variante Ômicron, com predominância da BA.5 e crescimento progressivo da casos relacionados à BQ1. As internações referem-se principalmente a pacientes mais idosos, com comorbidades, imunodeprimidos e vulneráveis a complicações relacionadas à infecção pelo Sars-Cov-2.


Recomendações do Governo do Estado:


– Todos os adultos com mais de 18 anos devem tomar as doses de reforço das vacinas. Ainda são 10 milhões de adultos que não tomaram a primeira dose de reforço e 7 milhões sem a segunda dose de reforço no Estado. Crianças e adolescentes precisam ser vacinados. Tem sido observado aumento de internações nesse grupo populacional


– Volta da obrigatoriedade de utilização de máscaras no transporte público. O uso de máscara continua obrigatório em serviços de saúde, incluindo farmácias


– Grupos populacionais mais vulneráveis, incluindo os mais idosos e pessoas com comorbidades, devem utilizar máscara


Esquema de vacinação

6 meses a 2 anos e 11 meses com comorbidades - Pfizer

Crianças de 3 e 4 anos: Coronavac (28 dias após a 1ª dose)

5 anos: Pfizer (8 semanas após a 1ª dose)

6 a 11 anos: Coronavac (28 dias) e Pfizer (8 semanas)

Reforço vacinal

3ª dose: +12 anos (intervalo de 4 meses após a 2ª)

4ª dose: +18 anos (intervalo de 4 meses após a 3ª)

5ª dose: +18 para imunossuprimido grave

3 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page