• Jornal Tribuna Online

Jailson Marinho explica sobre a 1ª Feira Noturna de Louveira

Secretário de Desenvolvimento Econômico detalhou as novidades e disse que, em breve, projeto será feito, também, no Centro


foto: redação tribuna

Tribuna de Vinhedo: A 1ª Feira Noturna de Louveira será uma realidade. Como foi o processo de implantação?

Jailson Marinho: Desde o início do ano estávamos nos preparando para montar a feira noturna, mas daí veio a pandemia e adiou os planos, embora a pandemia ainda não tenha terminado, mas com todos os cuidados por parte dos feirantes e da população, achamos que é o momento de concluir esse projeto, ainda mais porque toda a economia sofreu um impacto tremendo e os feirantes, também, sofreram muito com as paralisações, mas, aos poucos, temos que ir retomando as atividades econômicas para recuperarmos o tempo perdido, claro que com todo o cuidado possível. Os feirantes estão muito empolgados pela oportunidade e não veem a hora de começarmos, a adesão por parte deles foi excelente.

TV: Ela foi idealizada para beneficiar que tipo de morador?

JM: A feira beneficia todos os moradores, e tem a intenção de levar produtos frescos e de qualidade aliados a bons preços, pois muitos produtos vem direto do produtor. Ela, também, tem um caráter cultural e social muito forte, além de ser mais uma ajuda aos produtores rurais, em resumo, foi idealizada sob todos os aspectos para beneficiar a todos os setores da economia e da sociedade.


TV: As regras de distanciamento serão seguidas? De que forma?

JM: Desde quando liberou as atividades das feiras, (que acontecem de 4ª e domingo), alteramos o formato das barracas para não ter uma de frente com a outra, desta forma, houve um maior distanciamento entre as pessoas, as barracas, também, estão tomando providências quanto à higienização e limpeza e sempre solicitando o distanciamento entre os clientes. É importante salientar que estou acompanhando esse processo nas feiras e os munícipes estão acatando a solicitação do uso de máscara e distanciamento, mas precisamos dos cuidados de todos os lados, seja do comerciante quanto também do munícipe, todos têm sua contribuição no controle e normas estabelecidas.


TV: Que produtos o louveirense vai poder encontrar? Quantos feirantes estarão presentes?

JM: Teremos 33 barracas das mais diversas variedades, entre elas : produtos de hortifrúti, utensílios domésticos, roupas, brinquedos, além do tradicional pastel da feira, enfim, serão os mesmos feirantes que já trabalham de 4ª no Centro e Domingo no Bairro, que estarão na feira noturna.


TV: São, em sua maioria, moradores de Louveira?

JM: Sim, a grande maioria são de Louveira, porém, existem alguns de outras cidades, estes, inclusive, ingressaram na feira há muito tempo atrás, são feirantes antigos que ajudaram a formar a feira que temos hoje.

TV: O projeto será estendido a outros locais? Se sim, quais?

JM: Temos o projeto de realizar uma feira noturna no Centro também, vamos começar no bairro, mas, em breve, estaremos no Centro.

Outro projeto de feira muito bacana que teremos e vai iniciar no dia 26/09/20 é a Feira do Monterrey, essa já tem uma peculiaridade de ser comerciantes/moradores do bairro, essa feira foi idealizada nesse momento difícil de pandemia que estamos vivendo, os moradores estavam se virando realizando vendas via whatsapp no grupo do bairro, mas, agora, com o Novo Parque do Monterrey que ficou maravilhoso, achamos que poderíamos ajudá-los a vender de uma forma melhor e mais organizada e, através de alguns moradores, começamos a discutir essa possiblidade e acabou dando certo também. Já temos 15 barracas cadastradas pra iniciar a feira que acontecerá todos os sábados, das 07hs às 13hs.


TV: Faça um convite aos louveirenses.

JM: Quero convidar a todos que prestigiem as feiras, tanto as já existentes de 4ª e domingo de manhã quanto a Noturna na Praça da Bica e a Feira do Monterrey, claro que com os devidos cuidados, usem sempre as máscaras, não aglomerem, mantenham um distanciamento seguro, enfim, vivemos um período muito difícil para todos. O importante é que tenhamos muita sabedoria nessa hora, para tentarmos, da melhor forma possível, nos cuidarmos contra a doença, mas que possamos, também, desenvolver nossas atividades econômicas. Então, reitero, aqui, o convite a virem e prestigiarem nossos comerciantes.


8 visualizações

FIQUE ANTENADO !

 Preencha os campos informativos abaixo e fique por dentro das últimas notícias de Vinhedo, Louveira, Valinhos e região. 

© 2019  l  Criado por VA90