• Jornal Tribuna Online

Peça gratuita apresenta educação financeira para público infantojuvenil em Louveira


Peça gratuita apresenta educação financeira para público infantojuvenil em Louveira LOUVEIRA
Foto: Divulgação

De maneira leve e descontraída, a peça “As Loucuras da Vó Grana” apresenta duas vovozinhas engraçadas - uma que já não escuta muito bem, e outra que vive se esquecendo das coisas. O espetáculo de comédia é voltado para os pré-adolescentes, trazendo a conscientização do uso do dinheiro e controle das finanças com uma linguagem divertida, simples e objetiva. A apresentação é gratuita, e acontece às 10h30 do dia 23 de maio na Escola Prof. Joaquim Antonio Ladeira.

Interpretada por dois atores humoristas, Vó Grana e sua prima de segundo grau, Vovó Maria Isolda Isolina Isildina Aureliana Risoleta da Silva, falam sobre suas experiências, aventuras românticas, dificuldades e desafios que enfrentaram e, principalmente, sobre como empregaram o dinheiro ao longo de suas vidas, com muitas trapalhadas e mal-entendidos que a idade avançada proporciona.

O tema é de suma importância, e tem sido bastante abordado nos últimos anos. De acordo com uma pesquisa do Ibope, apenas 21% das pessoas tiveram educação financeira até os 12 anos de idade, e 45% destes não compartilham ou passam poucas informações sobre o orçamento da casa para os filhos.

A peça proporciona uma profunda reflexão sobre o uso de dinheiro e o planejamento da vida financeira, e mostra até uma Vó Grana com a ambição de virar empreendedora depois de suas novas descobertas tecnológicas.

“As Loucuras da Vó Grana” é viabilizado pela Lei de Incentivo à Cultura e realizado pelo Ministério do Turismo via Secretaria Especial de Cultura. O projeto é uma produção da SSP, e em Louveira conta com patrocínio da Ahlstrom-Munksjö.

“Fazer a diferença com soluções inovadoras e fomentar a cultura em benefício da nossa comunidade local são pilares fundamentais da Ahlstrom-Munksjö. Proporcionar um espetáculo cultural com o tema educação financeira para os jovens é auxiliá-los a serem mais conscientes quanto ao futuro das suas finanças. Com o conhecimento desse conteúdo, esses jovens passam a ser agentes multiplicadores, trazendo o assunto para dentro de suas casas e impactando positivamente suas famílias”, destaca Tainá Takahashi, Analista de Comunicação da Ahlstrom-Munksjö.

15 visualizações0 comentário