• Jornal Tribuna Online

Prefeitura anuncia início da retomada de atividades do Berçário


Prefeitura anuncia início da retomada de atividades do Berçário LOUVEIRA
Foto: Divulgação.

A Secretaria de Educação de Louveira retoma no próximo dia 8 de novembro as atividades nas unidades de Berçário da Rede Municipal de Ensino para os bebês nascidos no período entre 1º de abril 2020 e 28 de fevereiro de 2021. A retomada acontece após cerca de um ano e oito meses de paralisação completa em razão da pandemia do coronavírus.

Ao todo, cerca de 200 bebês estão incluídos no grupo que vai voltar. Eles serão atendidos em duas unidades da Prefeitura, o CECOIN (Centro de Convivência Infantil) Pequeno Príncipe e o CECOIN Arco Íris/Altos da Colina. O horário de permanência será das 7h às 17h30 de segunda a sexta-feira.

A programação de retomada das creches prevê ainda que os cerca de 300 alunos do Berçário com 2 anos completos ou a completar até 31/03/2022 voltarão às atividades em fevereiro de 2022. Para isso, as matrículas serão abertas no próximo dia 23 de novembro.

Uma manifestação do Ministério Público (MP), que rejeitou a contratação de creches terceirizadas e determinou a abertura de um inquérito para apurar superfaturamento nos contratos firmados na Administração anterior (2017-2020), foi determinante para que parte da retomada aconteça apenas em fevereiro.

Na investigação, o MP aponta que a Prefeitura pagava mais caro pelas vagas nas creches do que os pais que mantêm os filhos matriculados em regime particular nas mesmas faixas etárias. O processo tramita na Justiça.

Com isso, a Secretaria de Educação teve que iniciar, no final do primeiro semestre de 2021, um processo de reestruturação do Ensino Infantil na cidade para oferecer as vagas necessárias no Berçário que antes eram das quatro creches contratadas.

A secretaria esbarrou, desde então, em uma série de dificuldades criadas pela covid-19 e que inviabilizaram ações públicas e privadas ao longo do período da pandemia, como a paralisação de diversas atividades e as restrições sanitárias nos momentos de maior incidência de casos e mortes pela doença.

Para atender a determinação do MP, a Prefeitura está criando três novas unidades educacionais para receber os 300 bebês entre 1 e 2 anos a partir de fevereiro. Uma delas vai funcionar junto com a EMEB Frederico Pagotto. As outras duas estão sendo implementadas nas regiões do Pau a Pique e do Burck. As obras e adequações já estão em andamento.


ACOLHIMENTO

Para garantir um retorno humanizado, a Secretaria de Educação inicia, na próxima segunda-feira, 25, uma semana de acolhimento para receber os pais de todos os bebês que retornarão no dia 8 de novembro.

Chamado de anamnese, o trabalho tem como objetivo conhecer o perfil das famílias e das crianças, além de coletar informações importantes para o dia a dia, como, por exemplo, casos de alergia e intolerância, além dos hábitos e aspectos individuais.

As famílias vão receber convites com data e horário agendados para que estejam nas creches para iniciar o processo de acolhimento. O primeiro passo prevê apenas a presença dos pais.

Na sequência, a partir da semana do dia 3 de novembro (pós-feriado de Finados), os bebês vão começar a frequentar as unidades em período de adaptação, com horários agendados e reduzidos, para irem se acostumando com a estrutura, professores e todo o processo. A volta definitiva acontece a partir de 8 de novembro.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo