• Jornal Tribuna Online

Prefeitura promete iniciar bilhete único em até 120 dias


Valor de R$ 4,70 na passagem continuará o mesmo, segundo a Prefeitura. foto: divulgação

A empresa Rápido Sumaré Ltda, do Grupo Belarmino que, também, compreende a empresa Rápido Luxo, assume a partir de domingo, 23, o sistema de transporte coletivo de Vinhedo, que passa a se chamar MOV — Mobilidade Vinhedo, após 20 anos sem mudanças e melhorias no sistema.

Apesar de ser o mesmo grupo, a Prefeitura promete grandes inovações para o conforto dos usuários e o cumprimento de todas as cláusulas do contrato, por meio de exigências que foram estipuladas pela Câmara Municipal, como o Bilhete Único que deve entrar em operação em até 120 dias. “A partir do próximo domingo, Vinhedo contará com uma nova frota de ônibus, um novo sistema de transporte público na nossa cidade. Todos os ônibus estarão equipados com wi-fi, ar-condicionado, acessibilidade e com câmeras de monitoramento e segurança. E tem mais. Através da nossa central, poderemos acompanhar de forma on-line, em tempo real, onde está o veículo. Você também, cidadão de Vinhedo, poderá baixar o aplicativo e poderá acompanhar o trajeto através do seu celular”, anunciou o prefeito Jaime Cruz (PSDB).

As imagens dos novos ônibus foram apresentadas à imprensa e permitem ver que a frota é nova e está adesivada com as cores prata e verde com o brasão do município e o escrito “Cidade de Vinhedo”, porém, a quantidade de veículos continua a mesma, sem alterações na quantidade ou no itinerário, por enquanto.

Além da acessibilidade, ar condicionado e das quatro câmeras em cada ônibus com armazenamento de imagens, wi-fi gratuito, GPS e novo sistema de bilhetagem eletrônica com reconhecimento facial, a secretria diz que a implantação de sistema de Monitoramento e Controle de Frota permitirá ao governo tomar as decisões de ajuste e melhorias no sistema, bem como melhorar a oferta do serviço ao usuário. “A função principal será de monitoramento e fiscalização permanente do cumprimento dos serviços planejados pela Prefeitura, bem como o acompanhamento pelo usuário, a fim de garantir a qualidade do Serviço de Transporte Público Urbano fornecido à população”, disse o órgão.

Quanto aos mecanismos de fiscalização, a MOV disponibilizará e-mail, 0800 (ligação gratuita) e canais de atendimento como posto de atendimento físico no Terminal Rodoviário, com representante da concessionária, para que a população tenha facilidade e efetue, se assim entender vantajoso ou adequado, reclamações, sugestões e outros serviços disponíveis nos atendimentos via telefone ou internet.

Mais novidades

Os moradores poderão acompanhar, através de um aplicativo, que estará disponível para download para os sistemas IOS e Android, o trajeto do ônibus do seu interesse, sabendo o horário exato da chegada no ponto. Pelo mesmo sistema, a Secretaria de Transportes e Defesa Social, através de uma central, terá o controle de circulação de toda a frota, podendo identificar, por exemplo, se um veículo está atrasado ou a localização de momento.

Os cartões antigos com passagens terão validade de 90 dias a partir da entrada em operação do novo sistema. A nova frota terá, na catraca, um sistema de reconhecimento facial para impedir que pessoas utilizem cartões de outros usuários, como por exemplos daqueles que são isentos do pagamento. Quem for flagrado portando o cartão que não lhe pertença poderá ser impedido de embarcar. O valor atual da passagem, em R$ 4,70, será mantido.

O novo contrato prevê, também, a implantação do Bilhete Único, com a integração temporal entre todos os terminais. De acordo com a Secretaria de Transportes e Defesa Social, tão logo a nova empresa assuma, os técnicos da pasta e a concessionária se reunirão para formatar um plano de trabalho para implantação das mudanças necessárias. O contrato prevê, também, a implantação de microterminais na região dos ‘Sete Bairros’ e no Centro, disponibilização de espaço público na internet para colher reclamações dos usuários, cursos de capacitação para os funcionários, entre outros itens.

Em 29 de maio de 2020, a Comissão Municipal de Licitações declarou a empresa Rápido Sumaré Ltda, do Grupo Belarmino, como primeira e única classificada na licitação do transporte coletivo de Vinhedo. A companhia ofertou a menor tarifa de remuneração no valor de R$ 5,80. O Jornal Tribuna fez uma série de questionamentos à Secretaria de Transportes. Veja abaixo:


Quando terá início o bilhete único? E as operações nos microterminais?

Conforme previsto na cláusula nona contratual, deverá sub-rogar-se nos direitos e deveres da atual concessionária, relativos ao atual sistema de bilhetagem. O novo Projeto Executivo de SBE- Sistema de Bilhetagem Eletrônica - já foi apresentado pela MOV, e a PMV deverá avaliá-lo em até 120 dias.

Microterminais – O Contrato prevê a construção de microterminais que estão sendo projetados para atender às demandas da Região Central e Vl. João XXIII, além de reformas/ampliações dos Terminais existentes.


Estão previstas melhorias nos pontos de ônibus e implantação de placas com itinerários. Se sim, a partir de quanto?

Dentro do prazo previsto em edital (120 dias) a empresa apresentará painéis com grade de horários e itinerários em todos os pontos de ônibus e terminais rodoviários municipais.


A frota atual é composta por quantos ônibus? E a nova será composta por quantos?

Será mantida a frota de 17 veículos, sendo 15 operando e 2 veículos reserva. O contrato prevê expansão da malha de transporte para atender novas regiões do município, com ampliação do número de linhas.


Todas as exigências feitas através de emendas aprovadas pela Câmara foram cumpridas? Em caso de descumprimento, qual será a penalidade aplicada?

Todas as emendas previstas em edital deverão serem cumpridas.

A empresa vai ter garagem no município? E os veículos terão emplacamento de Vinhedo?

Não terá garagem no município. As atuais placas atenderão as resoluções vigentes e terão emplacamento BRASIL. Salientamos que os veículos de transporte coletivo urbano são isentos de IPVA.


Os funcionários atuais serão mantidos ou trocados?

Cabe à empresa optar pela (re) contratação ou não.


Haverá painéis nos pontos de ônibus indicando a localização do veículo?

Não. A localização deverá ser feita através de aplicativo a ser disponibilizado pela MOV.


A concessionária instalará um escritório de Ouvidoria?

Sim. No terminal central.


Por quantos pontos de ônibus a empresa vai se responsabilizar pela manutenção? Quais são eles?

Serão realizados projetos de melhorias e layout nos pontos de ônibus. A empresa deverá realizar colocação de quadro de horários e itinerários em todos os pontos de ônibus e Terminais municipais.


Está prevista tarifa reduzida no final de semana ou para estudantes?

Não há tarifa reduzida para finais de semana e as tarifas estudantis são ancoradas em leis específicas.


O bilhete único será atemporal ou físico?

Físico.


27 visualizações

FIQUE ANTENADO !

 Preencha os campos informativos abaixo e fique por dentro das últimas notícias de Vinhedo, Louveira, Valinhos e região. 

© 2019  l  Criado por VA90