• Jornal Tribuna Online

Sanebavi flexibiliza rodízio de abastecimento de água


Sanebavi flexibiliza rodízio de abastecimento de água VINHEDO
Foto: Divulgação.

Com chuvas acima da média para o mês de outubro, a Sanebavi decidiu flexibilizar o rodízio de abastecimento de água que acontece em Vinhedo. O relaxamento das restrições foi possível após a autarquia avaliar a situação hídrica do município e verificar a recuperação parcial dos reservatórios e mananciais. Desde sábado (6), a Sanebavi passa a abastecer os bairros do sistema da Estação de Tratamento de Água (ETA) 1 durante 48 horas com posterior interrupção do fornecimento por 24 horas. Com isso, a população atendida pela ETA 1, cerca de 70% da cidade, terá dois dias seguidos de água em suas residências e um dia de abastecimento interrompido. A Região da Capela e Santa Cândida, atendidas pelo Sistema ETA 2, permanecem fora do rodízio neste momento porque são abastecidos por outro sistema. “O início da recuperação dos mananciais e reservatórios nos possibilitou a implementação dessa nova dinâmica de rodízio para trazer um pouco de alívio à população. Nesse novo formato, vamos colocar mais 8% de água à disposição dos moradores. A modalidade 48 horas por 24 horas reflete economia de 19% na produção da ETA-1, permitindo a continuidade do processo de equilíbrio das captações”, afirmou o superintendente da Sanebavi, Jaderson Spina. De acordo com Spina, a permanência da flexibilização vai depender dos índices pluviométricos e da colaboração da população com o consumo moderado da água. “Vamos continuar com a flexibilização se não tivermos novos períodos longos sem chuvas e se não houver consumo excessivo, caso contrário, existe a possibilidade de retornarmos ao modo inicial, com corte de água a cada 24 horas”, explicou. 48 HORAS POR 24 HORAS A nova operação, com início na manhã deste sábado (6), vai liberar o abastecimento de água para os dois setores, verde e amarelo, que continuam com os mesmos bairros. No domingo (7), os bairros do setor verde vão receber água e na segunda (8), a água será distribuída para os bairros do setor amarelo. Na terça-feira (9), os dois setores terão abastecimento normalizado. O rodízio continua na quarta (10) com abastecimento para o setor verde, na quinta (11) para o setor amarelo e na sexta (12) para os dois setores. E continuará dessa forma nos demais dias daqui por diante. Com essa flexibilização, parte do volume poupado na Represa 2 poderá ser utilizado para contribuição no abastecimento da população, juntamente com a captação do Rio Capivari, que segue operando com a capacidade máxima. No caso do Córrego Bom Jardim, a captação está em apenas 45% da outorga, já que é preciso de mais chuvas para sua recuperação. CHUVAS DE OUTUBRO Em outubro, Vinhedo registrou chuvas de 144 milímetros, conforme registrado pela Defesa Civil, o maior índice para o mês nos últimos cinco anos. As chuvas e o rodízio proporcionaram melhora no volume das represas de reservação da cidade, particularmente a Represa 1, que passou de 20% de reservação no início do mês de outubro para 46% da capacidade nesta quinta (4), com 76.354 metros cúbicos após as chuvas. Do dia 11 de outubro até esta quinta-feira (4), houve redução de 27% do volume de água produzido e distribuído pela ETA 1 , o equivalente a 117,6 mil metros cúbicos. Mesmo diante dessa melhora no quadro hídrico de Vinhedo, é importante alertar os moradores que o decreto da Operação Estiagem continua com as mesmas restrições para o uso da água, como não utilizar água para lavar a casa, calçadas, jardins, carros, regar plantas com mangueira, entre outras medidas. “A flexibilização vai acontecer apenas para o rodízio, as demais regras da Operação Estiagem para o combate ao desperdício e uso responsável da água continuam em pleno vigor. É fundamental que a população colabore com a economia de água e uso consciente do recurso", reforçou Spina. PERCENTUAIS DAS RESERVAÇÕES EM 4 DE NOVEMBRO Represa 1 Tinha 20%, passou para 46% Recuperação de 26% Represa 2 Tinha 87%, caiu para 80% Redução de 7% Represa 3 Tinha 21% e estava no volume morto, passou para 36% Recuperação de 15% MANANCIAIS APÓS CHUVAS EM 4 DE NOVEMBRO Rio Capivari Captação estável no máximo da capacidade, de 415m³/h Córrego Bom Jardim Não recuperou com as chuvas Captação de 90m³/h, que representa 45% da outorga Outorga é de 200m³/h Córrego do Moinho Captação estável de 185m³/h, operando em 93% da outorga

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo