• Jornal Tribuna Online

Sanebavi investe na melhoria da qualidade da água que chega às torneiras das residências


Sanebavi investe na melhoria da qualidade da água que chega às torneiras das residências VINHEDO
Foto: Divulgação.

Para garantir a qualidade e reduzir a probabilidade de alterações na coloração da água distribuída aos moradores de Vinhedo, a Sanebavi retomou a aplicação do Ortopolifosfato de Sódio no processo de tratamento. O produto age criando uma película protetora nas redes de água do município prevenindo as incrustações ocasionadas por metais como ferro e manganês.

A aplicação do agente químico ficou suspensa por um período devido ao descumprimento contratual por parte do fornecedor do produto e, após a as medidas administrativas, a Sanebavi formalizou um novo contrato via licitação para o fornecimento. O uso do Ortopolifosfato nas estações de tratamento de água foi retomado no último dia 18.

Com a utilização do insumo, a autarquia pretende prevenir as situações de alteração da qualidade, o efeito “água suja”, que ocorre de forma esporádica em algumas regiões do município devido às incrustações nos canos “Nas águas captadas para o abastecimento, água bruta, existem metais presentes em sua composição, como o ferro e o manganês, e o acúmulo dessas substâncias nas redes são responsáveis pela alteração da cor da água. Com a aplicação do Ortopolifosfato vai haver uma complexação desses metais reduzindo a ocorrência da coloração”, explica Jaderson Spina, superintendente da Sanebavi. O Ortopolifosfato de Sódio é um dos produtos com larga eficiência para tratamento de água potável, sendo próprio para o consumo humano, e não oferece riscos à saúde da população seguindo rigorosamente as exigências do Ministério da Saúde.

Além disso, está em processo de elaboração pelo departamento Operacional, um programa de descargas que, de forma sistemática, promove a troca da água em locais estratégicos com baixo consumo contribuindo também para a melhoria do recurso que chega aos imóveis.

De acordo com o diretor de Estação de Tratamento de Água (ETA) da Sanebavi, Gabriel Carvalho, o processo de retomada da aplicação do Ortopolifosfato gera uma limpeza das redes, porém não de modo instantâneo “O processo leva um tempo até que todas as tubulações recebam a ação do produto. São muitos quilômetros de redes e ramificações. Estima-se que em aproximadamente 30 dias após o início da aplicação, o produto consiga agir em todos os trechos da rede e consequentemente promova o efeito desejado na água distribuída”, explica.

O trabalho está sendo acompanhado pelo Departamento de Estação de Tratamento de Água da autarquia e a participação dos moradores é fundamental para a ação, uma vez que estão programadas descargas de rede para auxiliar na limpeza das tubulações.

Durante os serviços programados, ao identificar qualquer alteração na água, a Sanebavi orienta a população para entrar em contato pelo telefone 0800 774 7123. “Pedimos a colaboração de todos neste período, quanto a ocorrências de alteração de cor na água. Assim, mobilizaremos as equipes para restabelecer o abastecimento dentro da normalidade”, afirma Gabriel, que reforça que não haverá falta de água durante os serviços programados.

6 visualizações0 comentário