• Jornal Tribuna Online

Vinhedo promove fiscalização noturna e orientação para cumprir decreto que proíbe evento de Carnaval


Vinhedo promove fiscalização noturna e orientação para cumprir decreto que proíbe evento de Carnaval VINHEDO
Foto: Divulgação.

O decreto que proíbe eventos carnavalescos foi publicado no Boletim Oficial, no dia 27 de janeiro, no site www.vinhedo.sp.gov.br. Ele determina que fica proibido, em todo o município de Vinhedo, o uso de espaços públicos e privados para a realização de eventos de carnaval, prévias carnavalescas ou similares, no ano de 2022, com o intuito de evitar aglomerações e disseminação do Coronavírus.

Os infratores poderão ser penalizados com advertência, multas, interdição do estabelecimento onde ocorre o evento e até prisão, conforme o Código Penal. A medida foi adotada para impedir o avanço da variante Ômicron e possível colapso no sistema de saúde municipal e já havia sido definida pelo Comitê de Prefeitos da Região Metropolitana de Campinas (RMC).

“Trata-se de questão de saúde pública e contamos com os moradores para que respeitem o decreto e a determinação que vale para toda a região. Temos que nos proteger agora para que possamos superar a pandemia o mais rápido possível e com o máximo de vidas preservadas”, disse o secretário de Saúde, Milton Ribolli. Ele lembrou que a medida foi adotada devido ao grande aumento de casos de contaminação de coronavírus no País e no mundo.

“Contamos com a colaboração de todos para que nos ajudem a enfrentar esse momento crítico com a tranquilidade e seriedade que ele exige”, afirmou Arantes. Outros eventos foram suspensos em Vinhedo pelo mesmo motivo, como a Festa da Uva e a programação do Vinhedo 40 Graus. Os infratores poderão ser punidos com advertência, multa de dez a 10 mil vezes o valor da Unidade Fiscal do Estado de São Paulo (Ufesp, com valor de R$ 31,97 este ano), e interdição parcial ou total do estabelecimento.

5 visualizações0 comentário