• Jornal Tribuna Online

Mais de 600 louveirenses podem se beneficiar com a tarifa social de energia da CPFL

Levantamento da companhia aponta que beneficiados poderiam quase dobrar se os consumidores solicitassem o cadastro na categoria de população com baixa renda


Foto: Divulgação

A CPFL Piratininga orienta que os clientes aptos a aderir à Tarifa Social de Energia se cadastrem junto à distribuidora para terem acesso aos descontos nas contas de energia. Na região de Sorocaba e Jundiaí, durante a pandemia, já foram 8.780 novos clientes incluídos neste benefício, que oferece descontos na conta de energia de forma progressiva, de acordo com o consumo. Vale destacar que, além de ter descontos na conta, clientes baixa renda estão com os cortes por inadimplência suspensos até 31 de dezembro de 2020.

Em um levantamento junto aos municípios de toda a sua área de atuação, a companhia mapeou novamente os possíveis consumidores que teriam direito ao benefício e ainda não são cadastrados na modalidade da Tarifa Social. Só na região de Sorocaba e Jundiaí, o número de clientes com potencial é de quase 43 mil.

“Esses dados nos mostraram que a medida pode contribuir para amenizar os impactos da pandemia para um número muito além das atuais 507,5 mil pessoas inscritas na tarifa social na área de concessão das distribuidoras do grupo CPFL Energia (CPFL Paulista, CPFL Piratininga, CPFL Santa Cruz e RGE)”, reforça Rafael Lazzaretti, Diretor Comercial da empresa.

Por meio de cruzamento de dados internos com o Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), do Governo Federal, a CPFL Piratininga observou que o número de beneficiados pode quase dobrar se todos os que se enquadram nos requisitos se inscreverem e forem aprovados na categoria Tarifa Social. Atualmente, na região de Sorocaba e Jundiaí, a distribuidora tem 45.519 clientes já aptos aos descontos. O levantamento revelou que outras 42.979 unidades consumidoras poderiam se encaixar na mesma prerrogativa e obter, por meio do benefício, um alívio nas contas neste momento e garantir descontos graduais depois.

Entre as 10 cidades da região com maior potencial de cadastros para baixa renda, o município de Sorocaba lidera o ranking com 10.465 unidades consumidoras. Na segunda posição, Itu tem 4.130 clientes em condições, enquanto Jundiaí fica no terceiro lugar com 3.092 consumidores. Em Louveira, 1.295 pessoas se cadastraram, mas a companhia estima que 1.917 poderiam se beneficiar com a medida. Confira na tabela o restante dos municípios.


REGIÃO DE SOROCABA E JUNDIAÍ - TARIFA SOCIAL

MUNICÍPIO CADASTRADOS POTENCIAL

SOROCABA 14.428 10.465

ITU 3.030 4.130

JUNDIAÍ 3.150 3.092

IBIÚNA 1.116 3.061

INDAIATUBA 3.225 2.512

VOTORANTIM 2.111 2.001

LOUVEIRA 1.295 1.917

CAMPO LIMPO PAULISTA 1.736 1.716

VÁRZEA PAULISTA 1.612 1.705

SÃO ROQUE 1.557 1.587


10 visualizações

FIQUE ANTENADO !

 Preencha os campos informativos abaixo e fique por dentro das últimas notícias de Vinhedo, Louveira, Valinhos e região. 

© 2019  l  Criado por VA90