• Jornal Tribuna Online

Entrevista com Thiago Marra

Thiago Marra, nasceu na cidade de São Paulo em 24 de abril de 1980, se mudou para Vinhedo aos cinco anos de idade, quando sua família decidiu se mudar por motivos de trabalho. Com herança política, é filho de Cida Marra, que já foi vereadora em Vinhedo, e cresceu acompanhando seus pais, sempre engajados em causas sociais, de ajuda e acolhimento. Casado com Talita, é pai de dois filhos, Isadora, 10 anos, e Lucas, 22 anos, e avô de Alice, 05 meses. Servidor público, tem uma trajetória de quase 25 anos dedicados ao funcionalismo público municipal de Vinhedo, tendo atuado em diversos setores dentro da Prefeitura Seu carisma e alto astral, somados ao respeito e carinho com que sempre tratou as pessoas ao seu redor, foram ingredientes que o levaram a ser eleito vereador pelo PSDB com 665 votos.

Entrevista com Thiago Marra VINHEDO
Foto: Divulgação.

Jornal Tribuna (JT): Quais são as principais qualidades da cidade a seu ver?

Thiago Marra (TM): Sem dúvida, o povo vinhedense. Cidade que acolheu a mim e minha família com muito carinho. Além de estar, estrategicamente, localizada, a 75 km da capital paulista, o município vem se destacando na última década pelo Índice de Desenvolvimento Urbano, como uma das 15 melhores cidades para se morar do país. Segurança, qualidade de vida e lazer para toda a família são os principais atrativos de Vinhedo.


(JT): De onde surgiu seu interesse pela política?

(TM): Minha família, sempre, foi socialmente engajada e ajudou a concretizar muitos projetos bacanas para a comunidade. Tanto é que minha mãe, Cida Marra, foi vereadora. Foi através dela, vendo como seu trabalho trouxe um impacto real na vida das pessoas, que me inspirei a viver a política na prática. Aliás, aproveito, para agradecer aos meus pais, pelo exemplo e dedicação. Devo muito do que sou a eles, que sempre estiveram comigo em todos os momentos, nos bons e nos difíceis.


(JT): Como você recebeu o resultado da vitória nas urnas?

(TM): Foi um desafio vencido com muito trabalho. Foi uma grande honra contar com o apoio dos 665 vinhedenses que confiaram a mim seu voto. O sucesso, também, foi fruto da dedicação de um grupo leal de amigos e da minha família que me ajudaram durante toda a campanha. Não consigo descrever o meu crescimento e realização pessoal com tudo que aprendi nesta campanha.


(JT): Como está sendo o dia a dia nestes primeiros meses como vereador?

(TM): São dias intensos, em que tenho levado temas muito importantes para o debate. Nestes 5 primeiros meses de mandato, trouxe pautas de interesse do povo, ouvi as pessoas, dialoguei com os trabalhadores, os pais de família, os homens e mulheres vinhedenses. E o trabalho não pára, estamos, apenas, começando.


(JT): Quais são seus principais projetos como vereador?

(TM): Recentemente, intermediei emenda parlamentar no valor de R$ 200 mil para a saúde. Encaminhei à Prefeitura diversas solicitações, como a proposta de implantação de programa de isenção de Imposto Territorial Urbano (IPTU) para imóveis atingidos por enchentes, alagamentos ou deslizamentos de terra em decorrência de chuvas; adoção de consultas online com psicólogos e terapeutas na Rede Municipal de Saúde, em face das restrições vividas na pandemia; implantação de estacionamento para caminhões no Distrito Industrial; construção de Ecoponto na cidade, para que a população possa descartar resíduos de podas, móveis e restos de construção, para que a municipalidade possa processar esses materiais e promover a destinação correta; higienização dos ônibus que trafegam pela cidade, a fim de evitar a proliferação do vírus da Covid-19; disponibilização de aplicativo, por parte da Prefeitura, que permita às mulheres vítimas de violência solicitarem socorro ou ajuda, entre outros.

(JT): O que costuma fazer em seu tempo livre? Algum hobby que cultiva?

(TM): Gosto de trabalhar e sei que devo a mim mesmo uma folga. Infelizmente, sou um pouco desatento com aquilo que é importantíssimo: ter um lazer. Mas, sempre que posso, faço caminhadas nas Represas, vou aos restaurantes da cidade, mas, confesso que o meu programa preferido, aos finais de semana, continua sendo o pastel da feira da Capela. Também gosto muito de esportes, principalmente o futebol, e de pescar.


(JT): Para encerrar, há algum lema ou uma mensagem que gostaria de deixar aos leitores?

(TM): A pandemia colocou em xeque muitas coisas na vida de todos nós. Mas, eu tenho muita fé em Deus. É ele quem me orienta todos os dias e é Nele que eu busco sabedoria. Passei a incorporar a palavra resiliência ao meu cotidiano, procurando, sempre, agir de modo refletivo e coerente, principalmente, agora, na vida pública.

6 visualizações0 comentário