top of page
  • Foto do escritorJornal Tribuna Online

Vereadora Chris PC tem mandato cassado por quebra de decoro


Vereadora Chris PC tem mandato cassado por quebra de decoro VINHEDO
Foto: Divulgação.

A Câmara realizou a 45° Sessão Ordinária da 18º Legislatura na segunda-feira, 21. Durante a Ordem do Dia, o Relatório Final do Processo Interno nº 76/2021, que dispõe sobre a denúncia de quebra de decoro parlamentar da vereadora Chris PC (MDB), foi apresentado com parecer recomendando a cassação da vereadora. Posto em votação, o parecer foi aprovado por dez votos favoráveis ante três contrários, o que resultou na cassação do mandato da vereadora Chris PC. Durante a sessão diversos manifestantes se reuniram na frente da Câmara de Vinhedo em apoio a vereadora Chris PC. Iniciada às 18h da segunda-feira, a sessão teve término às 6 horas do dia 22, terça-feira. Chris PC disse que irá recorrer da decisão junto com os seus advogados.

A Comissão Processante concluída foi instituída na 40ª Sessão Ordinária, nos termos do Regimento Interno desta Casa e do Decreto Lei n.º 201/67, para apuração dos fatos contidos em denúncia protocolada em 24 de novembro de 2021 sob nº 368, que originou o Processo Interno 76/2021.

Segundo a denúncia, a parlamentar teria utilizado indevidamente o plenário para ataques contra outro vereador. Os membros da Comissão Processante foram escolhidos por meio de sorteio na própria sessão e que houve a abertura da CP, sendo composta pelo presidente da Comissão, o vereador Márcio Melle (PSDB); relator Rodrigo Luglio (Solidariedade) e pela vereadora membro Inês Diogo (MDB).

Por serem partes envolvidas, durante a fase de ordem do dia a vereadora Chris PC e o vereador Val Souza (Republicanos) deixaram o plenário e assumiram os suplentes Carlos Florentino (Republicanos) e Tiago de Paula (MDB).


EXIBIÇÃO DE MATERIAIS

Durante a sessão, a ordem da apresentação dos materiais e documentos do processo no plenário foi: leitura denúncia escrita; exibição do vídeo constante da denúncia; leitura da defesa prévia; leitura do parecer preliminar da Comissão Processante; exibição dos vídeos das oitivas; leitura das alegações finais das partes, e leitura do Relatório Final da Comissão Processante.

A Sessão seguiu com a Explicação Pessoal dos vereadores, a fala do advogado de defesa da vereadora Chris PC (MDB) e da própria vereadora.


EXPEDIENTE

Além da votação da CP, a 45ª Sessão Ordinária teve no Expediente sete Requerimentos, 22 Moções e 16 Indicações. Além deles, três projetos de Lei também foram apresentados: o projeto de Lei Nº 19/2022, que propõe a nomeação do Centro de Fisioterapia localizado no interior do Centro Médico Dr. Manoel Matheus Neto de Centro de Fisioterapia “Carmen Silvia Berbel Faidiga”; projeto de Lei Nº 20/2022, que dispõe sobre a obrigatoriedade de divulgação de listas de pacientes em espera por consultas, exames e cirurgias na rede pública de saúde de Vinhedo; e o projeto de Lei Nº 21/2022, que tem o intuito de tornar obrigatória a comunicação oficial do Poder Executivo ao Poder Legislativo sobre alterações nas tarifas do serviço vigente de transporte público de passageiros do Município de Vinhedo.

20 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page